Terça-feira, 25 Setembro 2018
PortuguêsEnglishEspañol
NEWSLETTER
Você está aqui: Página Inicial
Notícias
Outras Notícias
2018/07/23
TABUAÇO DEBATE AS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS NO DOURO
  • Imprimir
  • Enviar por email

Tabuaço recebeu na passada quinta e sexta-feira o Fórum “Alterações Climáticas no Douro” organizado pela Comunidade Intermunicipal da Região e no qual Tabuaço é anfitrião. Na abertura do evento, o presidente da Câmara Municipal sustentou que, acima de tudo, “é preciso tratar este assunto com seriedade e responsabilidade não só pelas alterações climáticas em si mas pelo Território e pelas suas gentes”.

O Comunidade Intermunicipal já viu aprovado no Programa 2020 o seu Plano De Acção Intermunicipal Para As Alterações Climáticas No Douro (PAIAC Douro), diploma que além de caracterizar os impactos e as oportunidades colocadas pelas alterações climáticas, possibilita a identificação dos efeitos associados e as oportunidades de intervenção e redução de riscos. Fundamentalmente, o grande objectivo desta iniciativa, é a elaboração da EMAAC – Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas – um instrumento fundamental para preparar os municípios, técnicos, território local e a sociedade em geral para o quadro de alterações climáticas projectadas a curto, médio e longo prazos.

Numa primeira apresentação, concluiu-se que as principais vulnerabilidades associadas às alterações climáticas da Região do Douro residem no aumento da temperatura média anual, diminuição da precipitação anual com potencial aumento no Inverno, verificando-se ainda a ocorrência de fenómenos extremos como ondas de calor e secas e a diminuição da frequência de neve e geadas, alterações a verificar a médio e longo prazo.

O Presidente da Câmara Municipal de Tabuaço, acredita que esta iniciativa contribui em primeira instância para a percepção das alterações climáticas e a importância dos factores climáticos, admitindo que “com a implementação da EMAAC o território ficará dotado de um plano de acções que, certamente, irão contribuir para uma melhor adaptação às vulnerabilidades, aumentando-se a sustentabilidade ambiental do território, a segurança das pessoas e bens, a sua qualidade de vida, não deixando de estar associado, o desenvolvimento social e económico do território”, justificando que “associadas às alterações climáticas há riscos e oportunidades a considerar em vários campos como a floresta, a agricultura, os recursos hídricos, a energia, o turismo, etc.”

No segundo dia deste fórum teve lugar a Conferência “Inside World Heritage”, organizada em parceria pela ICOMOS - International Council of Monuments and Sites, UTAD e a Comunidade Intermunicpal do Douro, onde se discutiu a temática das Alterações Climáticas e respectivas implicações no diversos espaços classificados como Património Mundial (UNESCO).

Este fórum contou com a participação dos autarcas da Região, presidentes das Juntas de Freguesia, especialistas e investigadores nacionais e internacionais tais como o Professor Rohit Jigyasu, a Professora Maria Luisa Dubons, o Geógrafo Álvaro Domingues entre muitos outros, tendo sido encerrado pelo senhor Ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, que salientou a importância do evento bem como endereçou os parabéns ao município de Tabuaço e respectivas Juntas de Freguesia pelo facto de no início da semana ter, com elas, assinado 12 protocolos, no âmbito das candidaturas ao programa soluções locais para a economia circular, num total de 55 candidaturas aprovadas a nível nacional.

2018/09/18
2018/09/17
2018/09/14
2018/09/13
2018/09/13
2018/08/23
2018/08/23
2018/08/08
2018/07/30
2018/07/25
2018/07/23
2018/07/23
2018/07/20
2018/07/18
2018/07/16
2018/06/29
2018/06/26
2018/06/25
2018/06/25
2018/06/22
2018/06/21
2018/06/20
2018/06/11
2018/06/10
2018/06/01
2018/05/29
2018/05/26
2018/05/22
2018/05/21
2018/05/17
2018/05/17
2018/05/17
2018/05/11
2018/05/04
2018/04/23
2018/04/23
2018/04/23
2018/04/16
2018/04/16
2018/04/16
2018/04/16
2018/03/27
2018/03/27
2018/03/26
2018/03/22
2018/03/14
2018/03/05
2018/02/26
2018/02/23
2018/02/16