Sexta-feira, 23 Junho 2017
PortuguêsEnglishEspañol
NEWSLETTER
Você está aqui: Comunicação > Obras Municipais
Sendim

Foi vila e sede de concelho entre 1250 e 1836. Era constituído apenas pela freguesia da sede e tinha, no início do séc. XIX, 1156 habitantes. Voltou a adquirir a categoria de Vila a 12 de Julho de 2001.

Do tempo das invasões romanas, ficou-nos nesta Vila a Via Romana de Vale de Vila, vários lagares escavados na rocha, que provam a ancestralidade da produção de azeite na região, e um pequeno santuário rupestre, o Altar de S. João.

A igreja matriz data do sec. XVII e é de arquitectura tipicamente maneirista e barroca.


Outras informações:
Concelho: Tabuaço
Área: 21,75 km²
População: 867 hab. (2001)
Densidade: 39,9 hab./km²
Orago: Nossa Senhora do Pranto


Igreja Matriz (Igreja de Santa Maria de Sendim)
Acesso: de Tabuaço, pela EN 323, até Sendim, voltando à direita, no lugar de Paço, passando por  Aldeia, pela EM 1114, até ao lugar de Sendim;
Gauss: M- 249.937, P- 453.733, CMP, fl. 139
Época de Construção: Séc. 17 / 18

Arquitectura religiosa, maneirista e barroca.
O templo, implantado sobre uma necrópole medieval, apresenta-se, do ponto de vista arquitectónico, como um dos mais importantes do arciprestado de Tabuaço.


Capela de Santa Maria Madalena
Acesso: De Tabuaço, pela EN 323, até Sendim, voltando à esquerda pela EM 1117, até ao lugar de Cabriz;
Gauss: M-252.225, P-454.907, CMP, Fl. 139

A construção é do séc. XVI e a arquitectura é religiosa, maneirista e barroca.
Trata-se de uma capela muito simples exteriormente. No interior, há uma pia de água benta e o retábulo é de grandes dimensões.


Capela de São Marcos
Acesso: De Tabuaço, pela EN 323, até Sendim, voltando à esquerda, pela EM 1118, até à povoação de Guedieiros;
Gauss: M-250.139, P-450.973, CMP, Fl. 139
Época de Construção: séc. XVI

Tudo aponta para que na Idade Média já aqui existisse uma comunidade cristã, organizada durante a monarquia suevo-visigótica, devido ao orago da ermida ser em honra que São Marcos.
A arquitectura é típica e caracteristicamente religiosa, maneirista e rococó.
Capela que mantém, no portal principal, vestígios de construção quinhentista, na marcação do primitivo arco de volta perfeita.


Pelourinho de Sendim

Acesso: EN 323, ao km. 56,1 para EM 1114, na direcção de Santa Luzia, a 1.750 m depois da Igreja Matriz, no Lg do Calvário.

Foi construído no século XVI ou XVII. Ainda hoje a comprovar a jurisdição de Sendim, este marco histórico tem uma arquitectura tipicamente civil seis e setecentista.
Trata-se de um típico pelourinho de tabuleiro de colunelos com uma profusa decoração do remate.


Capela de Santa Luzia

A capela de Santa Luzia, ampla, airosa e cuidada, tem romaria a 13 de Dezembro. Os mordomos mantêm o costume antigo de servir a todos os festeiros jeropiga como se tivesse havido promessa antiga.


Capela da Nossa Senhora da Nazaré

Pode-se também admirar a Capela de Nossa Senhora da Nazaré, datada de 1663, perto da qual se encontra um Cruzeiro antigo, a popular Capela de Santo Ovídio, a barroca Capela de Nossa Senhora do Bom Despacho, um pouco mais distante da povoação, ou ainda a possibilidade de percorrer a Via-Sacra até ao Calvário, ou de meditar junto ao Nicho do Senhor das Preces.


Capela de S. Miguel

No lugar do Paço ergue-se o denominado Paço do Bispo, que alguns autores entendem tratar-se do Paço dos Regos e que terá dado o nome ao lugar. Existem ainda a Capela de São Miguel, com pequena sineira lateral, o Forno do Povo, as Fontes de Santo António e de São Miguel, bem como diversas casas com a sua arquitectura tradicional beirã onde reina o granito.