Sábado, 19 Agosto 2017
PortuguêsEnglishEspañol
NEWSLETTER
Você está aqui: Turismo e Cultura > Lendas e Tradições
O SACRISTÃO E AS AVÉ MARIAS

Há muitos muitos anos, vivia em Sendim um sacristão que morava numa casa do outro lado da rua da Igreja. Ora, para não ter que sair de casa para ir tocar as ave-marias, fosse ao amanhecer ou ao anoitecer, o sacristão colocou um arame, através da janela de sua casa, até ao sino da torre e assim, na altura apropriada, bastava-lhe puxar o arame para fazer tocar o sino.

 

Certa vez, veio uma grande trovoada e um raio foi cair precisamente sobre o arame, chegando mesmo a arder a casa do sacristão. Apanhou tamanho susto que passou a ir tocar as ave-marias à Igreja, como manda o ritual.

 

É por estas e por outras que o povo daqui tem muito respeito pelas trovoadas.

 

 

Oração a Santa Bárbara para espantar a trovoada:

Santa Bárbara se levantou

E suas sagradas mão lavou

E o Senhor lhe perguntou:

- Onde vais, Bárbara?

- Vou espalhar a trovoada.

- Espalha-a bem espalhadinha

Que não faça mal nem ao pão

Nem ao vinho, nem ao bafo do Menino.

Santa Bárbara, São Jerónimos