Sexta-feira, 23 Junho 2017
PortuguêsEnglishEspañol
NEWSLETTER
Você está aqui: Conheça Tabuaço > Figuras Ilustres
Padre Ismael José de Araújo Vilela

Padre Ismael José de Araújo Vilela

Embora não tenha sido natural do Concelho de Tabuaço, o nome do Padre Ismael Vilela encontra-se intimamente ligado ao Concelho e, sobretudo, a Barcos, cuja freguesia paroquiou.

Nasceu a 23 de Novembro de 1873 na freguesia de Abaças, distrito de Vila Real e faleceu em Barcos a 27 de Junho de 1938.

Ordenou-se no Seminário de Lamego, de que foi aluno, e rezou a primeira missa no Santuário dos Remédios.
O Padre Vilela foi um espírito arguto, dotado de grandes recursos de inteligência. Estudioso até à morte, notabilizou-se como arqueólogo, publicista e orador sagrado, cuja fama correu a Região.
Substituiu o abade Vasco Moreira na cadeira de História da Arte no Seminário Maior de Lamego, onde também foi professor muito competente de Português, Latim e História.
Foi ainda presidente da Câmara de Tabuaço durante o breve e atribulado governo de Sidónio Pais, presidente da República, como se sabe, em 1918, após a destituição de Bernardino Machado.
O padre Vilela deixou colaboração dispersa em várias publicações e a sua obra mais importante é um opúsculo de 42 páginas, intitulado: "A COLEGIADA DE ARCOS", publicado em 1924.

O Padre Vilela encontra-se sepultado no cemitério paroquial de Barcos.