Segunda-feira, 23 Outubro 2017
PortuguêsEnglishEspañol
NEWSLETTER
Você está aqui: Conheça Tabuaço > Figuras Ilustres
António Soeiro da Costa

António Soeiro da Costa – Capitão de Infantaria

Nasceu a 3 de Dezembro de 1887, no humilde lugar de Carrazedo, freguesia de Pinheiros, onde também faleceu, em Março de 1939. Ali fez os seus primeiros estudos.

Alistado no Exército, tomou parte, como 2.º Sargento, na Revolução de 1910, combatendo na Rotunda, às ordens de Machado dos Santos.

Escreveu o livro "Subsídio para a História da Revolução" em que foi interveniente activo.
Activista e militante das ideias progressistas, participou na Revolta de 3 de Fevereiro de 1927, que eclodiu no Porto contra a ditadura do Estado Novo; o que lhe valeu a deportação, por dois anos, para Angola.
Regressado e desligado compulsivamente do serviço activo, voltou a ser preso em 1932 e deportado para Angra do Heroísmo, na Ilha Terceira, onde esteve encarcerado durante seis meses, sem culpa formada, na Fortaleza de S. João Baptista.

Foi colaborador em vários jornais, antes e depois da implantação da República, com artigos polémicos e defensores dos ideais da liberdade que sempre acalentara, sem medo, nem ambiguidades.
Pela sua acção de combatente durante a propaganda republicana, foi considerado "Benemérito de Pátria".

Morreu em Carrazedo, em Março de 1939, onde tinha residência fixa e separado do Exército com a patente de Capitão.
Carrazedo tem uma rua a perpetuar o nome deste abnegado combatente e sacrificado obreiro que ajudou a aplanar o caminho das liberdades de que hoje usufruímos.